Afastamento de redes sociais por saúde mental

  • 30/08/2022
  • 0 Comentário(s)

Afastamento de redes sociais por saúde mental

Afastamento de redes sociais por saúde mental; veja o que dizem especialistas


O ator Tom Holland, protagonista de “Homem-Aranha”, anunciou que vai ficar longe das redes sociais por tempo indeterminado. Aos 26 anos, e trabalhando no cinema há quase 15 anos, ele contou que está tendo problemas de saúde mental causados pelo uso das plataformas e por isso decidiu se afastar.

“Eu dei uma pausa nas redes sociais para cuidar de minha saúde mental, porque acho o Instagram e o Twitter super estimulantes, esmagadores”, afirma Tom Holland. “Eu me sinto preso em uma espiral quando leio coisas sobre mim online e, em última análise, isso é muito prejudicial para o meu estado mental. Então decidi recuar e excluir os aplicativos”, continuou o ator, que aproveitou para indicar instituições de apoio à saúde mental.

Redes sociais x saúde mental
Nos últimos anos, com a intensificação do isolamento social para conter a pandemia de Covid-19, o uso das redes foi ainda mais acentuado, principalmente por jovens e adolescentes.

Um estudo feito com quase 6 mil jovens brasileiros pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), mostrou que os casos de depressão e ansiedade entre crianças e adolescentes não diminuíram com o fim das medidas de restrição. O resultado acende um alerta para uma crise de saúde mental nesta faixa etária.

Os pesquisadores apontam o retorno híbrido e presencial às aulas, sequelas do período de isolamento, imersão maior no mundo digital e a retenção de casos de ansiedade e depressão não tratados nos últimos dois anos como as possíveis razões do resultado.

Os efeitos foram sentidos no mundo todo. Em 2021, um relatório do Education Policy Institute e da instituição beneficente The Prince’s Trust, do Reino Unido, afirmou que a saúde mental, o bem-estar e a autoestima de adolescentes estavam sendo afetadas negativamente pelo uso intensivo das redes sociais.

Depressão e ansiedade são sintomas comumente relacionados ao uso excessivo das redes sociais, conforme aponta a psicóloga Fátima Antunes, mestre em Psicologia Social com formação em gerenciamento do estresse pelo International Stress Management Association.

“As pessoas tendem a publicar apenas a parte boa e interessante nas redes sociais, principalmente Instagram e LinkedIn. Então, é normal o indivíduo ficar sempre se avaliando, fazendo uma análise da própria vida em comparação a do outro. Isso fomenta um nível de ansiedade e este nível aumentado tende a levar à depressão”, resume Antunes.

Além da depressão, ansiedade e estresse psicológico, há também o aumento de dissociação e perda de noção do tempo, afirma Michelli Simpson, Mestre em Psicologia, Co-fundadora da Calligo Tecnologia e Serviços SA.

Fonte: Portal Istoé Dinheinho

#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Tauren Wells

Miracle

top2
2. Micfreak

Rain

top3
3. Danger Scene

Drive

top4
4. Mandisa

Overcomer

top5
5. Citizens

Looking Up

Anunciantes